Jogo de Espelhos - Cara Delevingne e Rowan Coleman

by - 7/14/2020

Título: Jogo de Espelhos
Autor: Cara Delevingne e Rowan Coleman
Editora: Intrínseca
Ano: 2017

Jogo de Espelhos foi mais um livro recebido pelo Clube Skoob (caixa 29). Eu nunca tinha ouvido falar nele e é mais um livro que acho que eu não teria escolhido sozinha.

O livro conta a história de 4 adolescentes que se tornam amigos depois de "obrigados" pela escola a formar uma banda juntos. Só que depois de um tempo uma das meninas do grupo, Naomi, desaparece. Ela é encontrada um tempo depois em um rio. Está viva, mas muito machucada e precisa ser mantida em coma por um tempo para que o corpo se cure. A polícia acha que ela fugiu e tentou se matar, os amigos dela não acreditam nessa história. Acham que algo aconteceu com ela e querem descobrir o que.

Bom, primeiro de tudo é um livro adolescente com certeza. Como ele é escrito pela visão de uma das pessoas da banda a linguagem é bem casual, com alguns palavrões inclusive. Então eu não esperava grandes profundidades na história ou grandes desenvolvimentos.
Logo no começo o narrador já conta que todos eles mudaram muito depois que se juntaram, exatamente por isso que não acreditavam que Naomi tinha sumido e tentado se matar. Depois disso começa pra mim a maior perda de tempo possível. Um monte de coisa é contada, mas pra mim parece mais que é só pra encher página. Como se as escritoras não quisessem fazer um livro mais curto e foram enfiando coisas só pra dar volume. O livro tem 300 páginas, mas tudo o que é contado até a página 150 acho que poderia ter sido contado em 15. 

Mais ou menos depois do capítulo 20 o livro começou a ficar melhor e começou a me dar mais gosto de ler. Lá pro final do capítulo 23 teve uma reviravolta que me deixou de boca aberta, mas mesmo assim pareceu uma coisa que foi colocada ali sem ter sido muito pensada. Era uma coisa que se tivesse sido pensada desde o começo do livro já teria sido deixada clara no começo. Talvez a intenção das autoras tenha sido mesmo revelar isso no meio do livro, mas pra mim não fez sentido. Quase abandonei o livro, mas como evito fazer isso, continuei.
E ainda bem que continuei, as últimas 100 páginas do livro são muito boas e aí sim tem mais uma reviravolta que dá pra aceitar. Todo os planos dos adolescentes, o que eles fazem, como fazem, o que descobrem, isso sim me deixou bem interessada e não consegui parar de ler. Nessas páginas finais também foi abordado um pouco sobre aceitação e achei até um pouco emocionante. 

Em resumo é um livro adolescente (o que por si só não é demérito), mas que poderia ter sido facilmente escrito em 150 páginas ao invés de 300. Teve um começo que pra mim foi cansativo, mas nas últimas 100 páginas eu não conseguia largar o livro.

Não é um livro ruim, mas longe de ser um dos melhores do ano, dei 3 estrelas pra ele no aplicativo no Skoob. De qualquer forma, para quem se interessar o preço do livro deu um boa abaixada essa semana, só clicar aqui.


  

You May Also Like

0 comentários