sábado, 16 de maio de 2020

Carrie 1976 - 2002 - 2013

    Como prometido, estou seguindo o Projeto Stephen King. Que inclui não só ler os livros em ordem de publicação, como ver os filmes assim que terminasse os respectivos livros. Pra minha surpresa, além dos dois filmes que eu já sabia que existiam (1976 / 2013) achei mais uma versão de 2002, que era pra ser uma série. Vou falar um pouco dele também.


Carrie - 1976


    Essa foi a primeira adaptação do livro, lançada em 1976, e eu nem imaginava mas um dos atores é o John Travolta.
    Pra quem não conhece a história, da uma olhada no meu post sobre o livro, só clicar aqui.

    Foi uma experiência interessante assistir esse filme, apesar de sempre gostar de filmes antigos fazia tempo que eu não assistia nenhum. Então tinha me desacostumado um pouco com os efeitos de décadas passadas. rs

    O filme não é 100% fiel ao livro, mas quase filme nenhum é, então tudo bem. Ele tem algumas mudanças, mas nada que prejudique a história.

    Mas sendo bem sincera demorei um pouco pra me acostumar com os cabelos da época. Foi divertido ver homens de permanente. rs


    Essa não é a minha adaptação favorita de livros do Stephen King com certeza, mas não é ruim. Acho que o fato do filme ser antigo afetou meu julgamento. Como falei gosto e filmes antigos, mas nesse caso, onde é quase um "terror" os efeitos acabam sendo bem fracos (se comparar com o que conhecemos agora).
    Mas não se engane, não é a melhor adaptação do King, mas o filme não é ruim.
    Acho mesmo que vale a pena assistir o filme, pra quem gosta do Stephen King pode ter certeza que não vai ser uma má ideia. Para quem não é tão fã assim, talvez a melhor pedida seja a versão de 2013.


Carrie - 2002


    Eu sequer imaginava que existia mais essa versão, mas quando vi a capa, reconheci de algum momento.
    Achei essa versão sem querer, estava conferindo os anos de lançamento e me deparei com um 2002 perdido no caminho.

    Inicialmente esse filme foi montado para ser o piloto de uma série sobre Carrie, mas a audiência não foi boa, então desistiram da ideia.

    Fora o final que teve que ser bruscamente modificado, afinal era pra ser o início de uma série, o filme é até que fiel ao livro. Tem sim algumas modificações, como os outros filmes, mas algumas cenas do livro que não existem nos outros, estão aqui. O que é interessante de se ver. No final das contas uma cena que só tem nesse filme, interage com um diálogo do primeiro filme. rs

    Talvez eu tenha gostado mais desse do que dos outros. Não tenho certeza. Todos os três são bons, o último é bem caprichado, mas esse parece que é o único que não está com pressa, acho que justamente por ter sido criado inicialmente para ser uma série.

    Ah uma curiosidade, como uma boa viciada em Supernatural, tem alguns personagens de apoio do filme que participaram da série.


Carrie - 2013


    A adaptação de 2013 conta com a maravilhosa Julianne Moore como mãe da Carrie. Acho que ela nunca faz nada mal feito. Quem faz a Carrie é atriz Chloë Grace Moretz. Não sei ela me agrada muito. Lembrei dela em Sombras da Noite e parece que ela tem a mesma cara o tempo todo. rs Mas vi que ela tem outros filmes que podem me interessar. Quem sabe não gosto mais deles. 
    Nesse filme (graças a evolução da tecnologia) os efeitos são bem melhores, o que faz a experiência querendo ou não ser melhor. Esse filme foi mais um remake do primeiro filme do que do livro em si. O que era diferente do filme pro livro na versão de 1976 é diferente também na versão de 2013. 
Esse filme se adapta um pouco a atualidade. Nele a gente tem as meninas gravando vídeo com celular e colocando na internet.
    Gostei mais desse filme, tanto pelo efeitos como expliquei, como também pelo final, que achei melhor do que o do antigo, mas acho que está meio empatado com o filme de 2002. Pra quem não é tão fã do Stephen King, mas quer conhecer, esse filme seria a melhor opção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário