domingo, 3 de março de 2019

Ian Curtis - Tocando à Distância - Joy Division - Deborah Curtis



Pra quem não conhece, Ian Curtis foi vocalista do Joy Division. Uma banda formada lá nos anos 70 que ouvimos até hoje.
Sou particularmente apaixonada por essa banda que tem uma história tão curta.

Bom, o livro é escrito pelo viúva de Ian Curtis, Deborah Curtis.
Ela conta partes da vida dele, desde antes de se conhecerem até o seu suicídio em 18 de maio de 1980.
Não sei nem o que falar ou não falar pra não das spoiler, pois certeza que existem muitos que não sabem da vida dele e alguns que seque sabem quem ele é.

Então vamos falar do que achei do livro. A verdade é que simplesmente amei o livro, não tenho reclamação nenhuma a cerca dele. Deborah dá o máximo de detalhes que consegue inclusive dos anos antes de ficarem juntos. 
Ian, não foi um marido muito bom pra Deborah, e mesmo quando ela não está falando disso, da pra ver claramente o ressentimento dela nas palavras.
No final do livro, temos algumas fotos que dão um apertozinho no coração. Além de todas as letras de músicas já escritas por ele, mesmo as nunca lançadas ou nunca terminas.
Quando você para pra ler as letras das músicas depois de ler o livro, você consegue entender melhor a cabeça dele e como ele me sentia a cada momento. 
E vou te falar, é doloroso.
Sou apaixonada pelas músicas e letras do Joy Divion, mas tenho que confessar, que ler esse livro me fez desgostar um bocado do Ian como pessoa. Mas não posso dar spoiler. 
Vale a pena ler, ele tem apenas 174 páginas de biografa mesmo, depois até a página 319 são as letras de músicas, shows e discografia. Então é uma leitura rápida, que eu indico muito,

Inclusive, não só indico o livro, como indico a banda também. Joy Division é uma banda maravilhosa, que mexe com os sentimentos de qualquer um, e que está na história pra sempre.
Procure. :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário