sábado, 26 de janeiro de 2019



Será?
Achei essa imagem que me fez pensar. Nem todo mundo concorda com que tipo, ou quais livros são bons ou ruins. Mas todos estão sempre muito prontos a julgar e discutir acerca disso.
Eu mesmo falo que existem livros ruins, mas pensando um pouco existem livros específicos pra pessoas específicas.

Quando eu estava no ensino médio, eu simplesmente parei de ler. Não me interessava em começar nada e não ia atrás de nada. Aí eu ganhei o "Crepúsculo", depois de ter visto o filme no cinema, li o livro super rápido e adorei. Logo pedi para minha mãe comprar os livros seguinte e devorei todos.
Depois de alguns anos, perdi completamente o gosto neles e tudo que eu consegui falar era que os livros eram muitos ruins. Mas a verdade é que se não fosse por eles, quem sabe se eu voltaria, ou quando voltaria a ler.

Vindo a considerar isso, acho melhor dizer que não existem livros ruins, mas livros diferentes para pessoas diferentes. Crepúsculo, por exemplo, é um livro que jamais me agradaria hoje em dia, mas me fez voltar a ler quando eu não tinha interesse em nada.

Então talvez seja uma coisa em que todos devemos pensar, quando começamos a discutir o quanto achamos um livro ruim e como tentamos fazer uma pessoa não ler algo só porque achamos ruim.
Talvez aquele livro seja o livro certo pra pessoa certa, e o seu livro seja o livro errado pra pessoa errada. E ao invés de aquela pessoa ler o livro para o qual foi atraída e desenvolver gosto pelas leitura, ela vai ler o seu, que não é tipo de livro dela e faça ela não ter vontade ou interesse de ler qualquer outro livro.

Então não, não acho que existam livro ruins. Existem livros certos para pessoas e momentos certos.

Nos vemos logo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário