quinta-feira, 17 de setembro de 2015

LIVRO - O Menino Do Pijama Listrado - John Boyne




John Boyne é um escritor irlandês, nascido em 1971. Boyne tem vários romances publicados no Brasil, além de livros infantis e uma novela. O Menino Do Pijama Listrado foi escrito em 2007 (ele demorou apenas dois dias e meio para escrever o livro). Em 2008 foi o livro mais vendido da Espanha, além de ter ficado em segundo lugar nos Best Sellers do New York Times.



O Livro conta a história de Bruno e sua família durante a Guerra. Bruno é um garoto de 8 anos que se vê forçado a se mudar de sua grande e confortável casa para outro lugar por causa do trabalho do pai, um oficial nazista. Ao chegar na nova casa, Bruno se depara com um lugar muito menor e menos aconchegante que a antiga, e sem ninguém pra brincar. Ele tem a irmã mais velha Gretel, mas eles como a maioria dos irmãos não se dão muito bem.

Da janela de seu quarto, Bruno via algo que não entendia conseguia entender: Lá longe, via uma cerca e atrás dessa cerca ele via pessoas, muitas pessoas. Ficava observando e achava aquele lado da cerca muito divertido, pois tinha pessoas para todos os lados. Ele já estava cansado de ficar sozinho. Ele queria ir para o outro lado, onde as pessoas estavam sempre de pijama e sempre fazendo algo juntas uma da outra. Para Bruno, elas pareciam se divertir juntas.

Depois de algumas semanas, cansado de ficar em casa e de tentar se distrair sozinho no quintal, ele decide explorar o terreno enorme em volta de sua entediante casa. Havia uma porta do lado de sua casa que dava para o terreno ao fundo. Bruno decidiu que era ali mesmo que ele queria explorar. Andou muito até que se deparou com a cerca que ele conseguia ver de sua janela. E lá estavam as pessoas de pijama. Todas juntas enquanto ele estava tão sozinho.
Sentado perto da cerca, mas do outro lado dela Bruno conhece Schmuel. Um menino que apesar de ter a mesma idade de Bruno, era notável as diferenças físicas entre os dois. Bruno era uma menino corado, com um porte físico saudável e, apesar de se sentir sozinho, era sorridente. Schmuel, era um garoto pálido, magro, bem menor que Bruno, além de ter uma cara de quem parece estar triste e com muita fome. A partir desse encontro Bruno e Schmuel se tornam grandes amigos. Sempre que conseguia Bruno pegava alguma coisa de comer para levar para o amigo e ia visitá-lo.
Enquanto isso as coisas na sua casa não andavam muito bem, sua mãe estava infeliz e queria levar a família para longe daquele lugar, porque de onde estavam agora o horror da guerra era muito mais evidente e a deixava perturbada.
Então foi decidido que eles iriam partir. Mas agora Bruno não queria mais ir embora. Ele tinha um amigo! Um amigo que ele sabia que ele não podia contar para os pais, ou eles saberiam de suas explorações. Ele não queria abandonar Schmuel, mas como não tinha escolha, mesmo muito infeliz ele precisava se despedir.
Nos dias seguintes caiu uma chuva que não descansava e Bruno achou que ia acabar indo embora sem se despedir de seu amigo. Até que enfim a chuva parou. Bruno foi o mais rápido possível ver seu amigo mais uma vez. E o que acontece aí...
Esse é o momento de eu parar de contar e você procurar o livro pra ler!!! ;) rsrs

Eu amei esse livro. Li ele uns dois meses atrás e achei uma leitura apaixonante. O livro é curtinho e tem uma linguagem fácil pois é escrito pelo ponto de vista de Bruno. Quando fui ler o livro eu já conhecia a história pois tinha visto o filme alguns anos antes. Então li sabendo, mais ou menos o que aconteceria. Mesmo assim me emocionei bastante com o livro. Esse é um livro que recomendo pra qualquer pessoa. Acho impossível alguém não gostar desse livro. Ele é simplesmente lindo!

Super recomendo!!!!

Depois que terminei o livro vi mais uma vez o filme. E sim, chorei de novo. rsrs Logo logo posto algo aqui falando do filme também!!
=*


Nenhum comentário:

Postar um comentário